DIY - Horta em Casa

No dia 14 de fevereiro eu fui com a Vanessa na Leroy Merlin comprar uns materiais pra fazer uma horta.

Basicamente tijolo de concreto e massa semi-pronta (só precisa adicionar água). Não lembro quanto custou, mas não foi muito caro, já que era um projeto bem pequeno.

No dia seguinte, o cimento estava seco. E foi hora de pintar. Usei o mesmo balde de tinta que tinha sobrado que tinha sido usado anteriormente pra pintar o quintal.

E enchemos o negócio de terra preparada.

Alguns dias depois, começaram a brotar os primeiros pés de manjericão.

No dia 27 de março, eu resolvi fazer um suporte pros pés de pepino, que meio que queriam subir em algo.

E em pouco tempo as plantinhas começaram a dar flores e frutos!

Espero plantar uma variedade maior de coisas depois. Por enquanto, temos apenas pimenta, pepino, manjericão, salsa e cebolinha. :D

Tags:

Compartilhar "DIY - Horta em Casa"

Compartilhe: FacebookTwitter

Prateleira de madeira

Tags:

Compartilhar "Prateleira de madeira"

Compartilhe: FacebookTwitter

Global Game Jam 2017!

Esse ano participamos novamente da Global Game Jam! E o tema escolhido para esse ano foi:

Isso mesmo. Ondas. Qualquer interpretação possível dessa palavra. Aqui em baixo, o vídeo do keynote, incluindo a divulgação do tema:

Primeiramente, nossa equipe de amigos se dividiu em duas equipes diferentes. Por ter muita gente, seria complicado gerenciar todo mundo em um único jogo. E duas ideias boas para jogos acabaram surgindo.

A primeira equipe, encabeçada pelo Daniel Augusto, fez um joguinho retrô onde a onda é uma “Ola” de torcida de futebol. Você tem que dançar de acordo com o ritmo da torcida para que eles não percebam que você é torcedor do time adversário e entrou na arquibancada errada.

http://globalgamejam.org/2017/games/ol%C3%A9

Para o nosso jogo, tivemos duas ideias principais. A primeira seria um jogo de surf, estilo o do pikachu surfista em pokemon yellow, e o outro seria um jogo de defesa, onde você é um objeto que fica no meio do cenário e precisa se defender de ondas de inimigos.

Daí surgiu a ideia de que o jogo deveria ser espacial, com naves tentando atacar um planeta, e você seria uma espécie de sentinela que iria defender esse planeta atirando ondas de pulso eletromagnético.

Primeiro conceito do jogo

Começamos então o desenvolvimento do jogo. Apenas dois integrantes da equipe possuiam expertise com desenvolvimento, e acabaram por fazer mais coisas, enquanto os demais integrantes ficaram mais no campo das ideias e de artes conceituais.

Para programação, eu implementei a maior parte dos scripts dos jogos, enquanto o Flávio programou os shaders para deixar o visual do jogo bonito, e a lógica de movimentação de alguns inimigos.

Para arte, eu fiz a parte 2D (Interface e assets 2D) e o modelo do inimigo (Nave 3D). O Flávio fez o planeta, a lua e as sondas que você controla.

Para som, a gente usou um Gerador de Wavs e para música, usamos as que estavam disponíveis no site do Kevin MacLeod

E o resultado você pode ver no site do jam:

http://globalgamejam.org/2017/games/lunar-tide

Para ver os outros jogos feitos pelo pessoal do mesmo Jam Site, é só visitar o link abaixo:

http://globalgamejam.org/2017/jam-sites/sede-ufc-ggj-cear%C3%A1/games

Tags:

Compartilhar "Global Game Jam 2017!"

Compartilhe: FacebookTwitter

Controles de Arcade de Madeira

Resolvi montar meu próprio arcade. Por limitações técnicas, e falta de espaço, tive de desistir de fazer o negócio inteiro. Então resolvi, meio que provisóriamente, fazer dois controles modulares, que pudessem ser encaixados em um eventual arcade completo no futuro.

Primeiramente comprei botões nas internets. Eu deveria ter pesquisado um pouco mais antes pois a qualidade dos botões e principalmente dos analógicos que encontrei não eram as melhores.

Depois comprei uma madeira pinos baratinha. Ela tinha mais ou menos o tamanho certo (40cm de largura), então só precisei cortar ela em um sentido para conseguir o formato que eu queria.

Depois passei um Stain na madeira para impermeabilizar. Como as pessoas vão ficar manuseando, eu queria poder “lavar” ele de vez em quando. Isso vai ajudar a durar mais.

Agora que as caixas estão prontas, hora de montar os circuitos.

Eu fiz uma coisa que me arrependi depois, que foi ter soldado os fios diretamente nos conectores dos botões. Isso vai dificultar manutenções futuras. Por sorte a placa controladora que eu comprei no mercado livre também não precisava de solda, pois os conectores dela são parafusos.

Tadã

Fiz os dois seguindo o mesmo procedimento, apenas passando um pouco menos de Stain no segundo controle, pois eu acho que a cor ficou mais bonita e ficou com uma textura menos pegajosa.

Foto bônus: Cake achou que eu estava fazendo uma cama para ela. Agora eu realmente preciso fazer uma cama para ela, de madeira.

Tags:

Compartilhar "Controles de Arcade de Madeira"

Compartilhe: FacebookTwitter

TODO Natal em Natal

Fomos passar o Natal em Natal.

Tags:

Compartilhar "TODO Natal em Natal"

Compartilhe: FacebookTwitter